Portal do Cliente

2º via de boletos, rede de atendimento, imposto de renda, solicitações de tratamentos (dentistas e clínicas).

Associado Dentista Empresa Colaborador Corretor PF Corretor PJ Clínica

Médico que cobrar taxa extra para parto natural será punido, diz ANS

Publicado em 25/01/2013 às 12h53


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou nesta quinta-feira (24) que as operadoras de planos de saúde começaram a descredenciar médicos obstetras que cobram honorários extras para acompanhar um parto normal pelo tempo necessário. Para a ANS, a cobrança é considerada "ilegal e indevida".


Denúncias feitas por gestantes e operadoras já resultaram na desfiliação de profissionais residentes na cidade do Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. A agência não informa a quantidade de casos que ocorreram no país, mas indica a existência de 15 processos de cobrança indevida que estão sob investigação.

 

O mecanismo criado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) permite que os médicos de planos de saúde cobrem de suas pacientes honorários adicionais para acompanhar um parto normal pelo tempo que for necessário. O parto em si é coberto pelos planos.

Visualizar índices no site da ANS
Visualizar índices no site da ANS

Rua Amaury de Medeiros, 158 Derby, Recife, Pernambuco

Informações: (81) 3322.5858